PEC que altera indicação de ministros ao STF é aprovada na CCJ com emenda de Simone Tebet
julho 6, 2017
Projeto de Simone Tebet criminaliza furto de petróleo dos dutos da Petrobras
julho 10, 2017

Comissões aprovam emendas ao projeto da LDO de 2018

Meta de implantação de 400 obras

Oito comissões do Senado aprovaram, nesta quarta-feira (5), emendas ao Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) para 2018. A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) aprovou duas emendas ao projeto. A primeira visa apoiar até 500 projetos de infraestrutura turística; a segunda fixa a meta de implantação de 400 obras de infraestrutura hídrica para oferta de água.

 

O relator, senador Paulo Rocha (PT-PA), analisou um total de 75 sugestões priorizando, em sua escolha, as relacionadas à questão hídrica e com maior número de apoiamentos.

Assuntos Sociais

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) acatou propostas de vários senadores e fundiu em duas emendas. Uma delas visando a estruturação da Rede de Serviços de Atenção Básica de Saúde e a outra, a estruturação da Rede de Serviços de Proteção Social Especial.

De acordo com o relator, Waldemir Moka (PMDB-MS) foi tarefa difícil a escolha pelo fato de o colegiado ter recebido um número muito grande de propostas para inclusão ou acréscimo de metas ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias — 160, além de dez de texto.

Constituição e Justiça

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou duas emendas de meta, uma visando o fortalecimento da segurança pública e a outra destinada ao combate às drogas.

A ação em segurança pública foi escolhida pelo relator, senador Wilder Morais (PP-GO), fundindo sugestões dos senadores Waldemir Moka, Valdir Raupp (PMDB-RO), Lídice da Mata (PSB-BA), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Simone Tebet (PMDB-MS) e Acir Gurcacz (PDT-RO).

A emenda sobre drogas foi composta pelo relator com a fusão de sugestões dos senadores Moka, Lídice, Randolfe, Simone, Armando Monteiro (PTB-PE) e Gurcacz.

Educação e Esporte

O relator Antônio Anastasia (PSDB-MG), na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), propôs em seu parecer e o colegiado acatou a emenda de texto de autoria também de vários senadores. Essa proposta visa a expansão e reestruturação de instituições federais de educação profissional e tecnológica. A segunda emenda de meta, direcionada à educação básica, resultou da fusão de quatro propostas.

Violência contra a Mulher

As duas emendas da Comissão Permanente Mista de Combate à Violência Contra a Mulher (CMCVM) ao anexo de prioridades e metas do projeto da LDO 2018 se destinaram a ações de Atendimento de Mulheres em Situação de Violência e à construção da Casa da Mulher Brasileira e de Centros de Atendimento às Mulheres nas Regiões de Fronteira Seca. A relatora na comissão foi a deputada Elcione Barbalho (PMDB-PA).

Mudanças Climáticas

A Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC) acolheu duas emendas, atendendo ao parecer do senador Jorge Viana (PT-AC), que fortalecem o Acordo de Paris. A primeira contempla ações que visam a implementação da Política Nacional sobre Mudança do Clima e a segunda reforça a prevenção e o controle do desmatamento no âmbito da União, estados e municípios.

Transparência e Defesa do Consumidor

As emendas aprovadas, pela Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC) ao Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2018, são direcionadas à gestão educacional e atividades pedagógicas.

O relator e presidente da comissão, senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), disse que a comissãorecebeu apenas três emendas relativas ao anexo de metas e prioridades e todas estavam relacionadas à educação básica. Como só podia escolher duas, o senador disse que priorizou as que não restringiam o objetivo do auxílio apenas à infraestrutura.

— Considero que a educação é obra essencialmente humana, cujo sucesso depende essencialmente de pessoas, treinamento e gestão, muito mais importante do que qualquer equipamento — disse o senador.

Ciência e Tecnologia

A Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) aprovou as duas sugestões de inclusão de metas a que tem direito na proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2018. As emendas priorizam o desenvolvimento tecnológico da Marinha e a implantação da infraestrutura da Rede Nacional de Banda Larga.

Serviços de Infraestrutura

Na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI), as emendas de meta aprovadas têm por objetivo o fortalecimento da infraestrutura de aeroportos regionais e a construção de trecho rodoviário em Manaus, na BR-319. Gurgacz foi o relator da matéria na CI.

Midiamax
ThemeTF BeTheme - Responsive Multi-Purpose WordPress Theme Free